Moráceas

Família de plantas dicotiledóneas que compreende cerca de 50 géneros e cerca de 1500 espécies. É uma família de árvores, arbustos, lianas e, mais raramente, ervas. A característica mais marcante é a de produção de látex branco quando sofrem qualquer dano no ritidoma.
As Moráceas (Moraceae) distribuem-se, na sua maioria, pelas regiões tropicais e quentes, ocorrendo também em zonas temperadas.
As folhas são em geral simples, alternas, inteiras ou recortadas, estipuladas e caducas. As flores, muito pequenas e unissexuais, estão distribuídas por inflorescências axiais tipo espiga ou racimosas, contidas no interior de um recetáculo carnudo arredondado que cresce até frutificar. Têm perianto sepaloide. As flores masculinas têm, em geral, quatro tépalas livres ou ligeiramente unidas ou, muito raramente, possuem duas ou seis tépalas. Os estames são em número igual ao das tépalas a eles opostas. As flores femininas apresentam três a quatro tépalas mais ou menos unidas. Gineceu com dois carpelos, por vezes com um reduzido, e com dois estigmas. O ovário, em regra, é súpero e unilocular e com um só óvulo.
O fruto é uma drupa ou aquénio. A infrutescência é uma sorose ou um sicónio.
O género mais abundante é o género Ficus a que pertence a figueira (Ficus carica). Algumas espécies de Ficus foram utilizadas para a obtenção de borracha. A esta família pertencem também árvores conhecidas do género Morus, como a Morus alba, conhecida por amoreira, ou amoreira-branca, e a Morus nigra, conhecida como amoreira negra.
Em Portugal, são cultivados os géneros Broussonetia, Morus e Ficus.
Como referenciar: Moráceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-24 14:09:41]. Disponível na Internet: