Murilo Rubião

Escritor e jornalista brasileiro, Murilo Eugénio Rubião, nascido a 1 de junho de 1916, em Carmo de Minas, e falecido em 1991, em Belo Horizonte, foi considerado o melhor autor de realismo fantástico do Brasil.
Murilão Rubião estudou em Conceição do Rio Verde, em Minas Gerais, e depois na Faculdade de Direito de Belo Horizonte, onde se formou em 1942. Entretanto, em 1939 tornara-se redator do jornal Folha de Minas, onde esteve mais de dez anos. Um ano mais tarde, em 1940, tornou-se também redator da revista Belo Horizonte.
Em 1943 foi nomeado diretor da Rádio Inconfidência de Minas Gerais e, passados dois anos, chefiou a delegação de escritores de Minas Gerais no I Congresso Brasileiro de Escritores. Nesse mesmo ano, foi eleito presidente da secção mineira da Associação Brasileira de Escritores. Finalmente, em 1947 lançou o seu primeiro livro de contos, O Ex-Mágico. Murilo Rubião, apesar de ao longo da sua carreira apenas ter publicado 32 contos, foi nesta área que se revelou um dos grandes nomes das letras brasileiras. É considerado o maior autor de realismo fantástico do Brasil. Os seus contos incluem situações inexplicáveis e surreais que servem de metáfora aos absurdos e aos dramas humanos.
Como O Ex-Mágico não conheceu grande sucesso na época em que foi lançado, Murilo Rubião optou por se dedicar à política, enquanto assessor. Foi assim que, em 1951, chefiou o gabinete do governador Juscelino Kubitschek.
Em 1956, abraçou a carreira diplomática e, desde esse ano até 1961, foi adido cultural na Embaixada do Brasil em Espanha.
Já de regresso ao Brasil, em 1966, Murilo Rubião tornou-se responsável pelo suplemento literário do jornal O Estado de Minas Gerais, que se transformou num marco da imprensa cultural brasileira.
Apenas em 1974, com a publicação de O Pirotécnico de Zacarias, Murilo Rubião conheceu a fama e, a partir de então, a sua curta obra literária passou a ser considerada a mais significativa da literatura fantástica brasileira.
Antes de morrer, em 1991, lançou ainda O Convidado, A Casa do Girassol Vermelho e O Homem do Boné Cinzento e Outras Histórias.
Como referenciar: Murilo Rubião in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-12 14:40:56]. Disponível na Internet: