Muro de Berlim

Erigido em 1961, o Muro de Berlim materializava a divisão da Alemanha em dois estados antagónicos - a República Federal da Alemanha (RFA) e a República Democrática Alemã (RDA) - resultantes das decisões tomadas na Conferência de Ialta após a derrota da Alemanha nazi.

Esta barreira, levantada com o propósito de controlar e impedir movimentos entre as duas partes, isolava a cidade de Berlim e as áreas adjacentes; a RDA, sob administração russa, pretendia com isso anular movimentações de dissidentes ou agentes de espionagem e criar dificuldades económicas à cidade de Berlim.
Verdadeiro símbolo da Guerra Fria, o Muro de Berlim veio a ser demolido com pompa e circunstância quando as duas Alemanhas se voltaram a reunir, duas décadas mais tarde.

A sua queda, iniciada a 9 de novembro de 1989, simboliza de modo claro o fim dos blocos político-militares da Guerra Fria e põe termo ao receio de uma terceira guerra mundial, potencialmente nuclear.

Como referenciar: Muro de Berlim in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 05:42:32]. Disponível na Internet: