Nanni Moretti

Realizador e ator italiano nascido a 19 de agosto de 1953. Antigo jogador profissional de polo aquático e militante de um partido de extrema-esquerda, começou a sua carreira cinematográfica em 1973, realizando uma série de curtas-metragens na sua câmara de 8 mm. Para angariar dinheiro para prosseguir a sua carreira de realizador, interpretou como ator algumas comédias. A sua primeira longa-metragem foi Ecce Bombo (1978), uma comédia que foi bem recebida pelo público e pela crítica. Mas o reconhecimento internacional só chegou 11 anos depois com Palombella Rossa (1989), uma comédia satírica escrita, protagonizada e realizada por si que relata a odisseia introspetiva de Michele, um político comunista que vai questionando as suas opções de vida. O filme, por muitos considerado autobiográfico, mereceu o Prémio Especial do Júri do Festival de Cannes. Outro êxito foi Caro Diario (Querido Diário, 1994), onde, desempenhando o papel de si próprio, relata diversas viagens que faz à Itália, criticando a obsessão italiana em relação à cultura pop americana e num tom mais sério a sua luta contra o cancro. Depois de Aprile (abril, 1998), uma pequena comédia em que a situação política italiana é, mais uma vez, tema central, o seu grande sucesso viria com uma obra vincadamente dramática, aclamada e premiada em diversos festivais internacionais: La Stanza del Figlio (O Quarto do Filho, 2001).
Paralelamente à sua carreira cinematográfica, Nanni Moretti é um dos mais acérrimos críticos e opositores dos governos de Silvio Berlusconi.
Como referenciar: Porto Editora – Nanni Moretti na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-01-24 23:41:48]. Disponível em