nebulosas

Termo aplicado inicialmente a objetos com aparência difusa (de nebuloso), os objetos celestes que foram catalogados inicialmente como nebulosas eram objetos a distâncias e de dimensões muito diferentes. Atualmente as nebulosas podem-se dividir em dois grupos: nebulosas primordiais ou restos de supernovas.
O primeiro, constituído essencialmente por hidrogénio, apresenta temperaturas muito baixas (entre 10 e 20 K) e uma extensão de vários anos-luz - são os berços das estrelas pois constituem a nuvem primordial a partir da qual as estrelas se vão formar.
O segundo grupo é constituído por nuvens compostas por elementos mais pesados e emitem preferencialmente radiação de maior frequência, o que evidencia altas temperaturas. Este grupo de nebulosas resulta da morte das estrelas de grande massa que entretanto explodiram como supernovas. A análise da luz que emitem revela a existência de elementos mais pesados do que o ferro que só podem ter sido criados durante a supernova.
Como referenciar: nebulosas in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-23 06:46:45]. Disponível na Internet: