Nerva

Imperador romano (32-98) entre 96 e 98. Durante a vigência de Vespasiano e Domiciano, Marco Nerva tinha desempenhado o cargo de cônsul (71-90), sendo após a morte deste último proclamado imperador pelo Senado e exército.
Nerva contava então 66 anos, afigurando-se uma boa escolha, sobretudo pela sua base familiar republicana. Contudo, não era um militar e, como tal, não apaziguava os Pretorianos desejosos de vingança pela morte de Domiciano. A situação foi atenuada com a eleição de um herdeiro soldado, Trajano.
O governo de Nerva foi curto mas durante esse período implementou algumas normativas inovadoras. Desenvolveu, por exemplo, o sistema dos alimenta, segundo o qual o juro proveniente dos empréstimos públicos aos agricultores revertia para sustentar as crianças pobres, sobretudo rapazes, com o intuito de os tornar futuros legionários. Aumentou de igual modo o auxílio e apoio aos pequenos agricultores.
O seu governo permitiu o ajuste de tempo necessário para associar Trajano ao poder imperial.
Como referenciar: Porto Editora – Nerva na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-16 11:10:34]. Disponível em