New Order

A história dos New Order, grupo musical inglês, encontra-se umbilicalmente associada à dos Joy Division. Após a morte de Ian Curtis, em 18 de maio de 1980, os restantes três membros do grupo, Peter Hook (n.13-02-56, Manchester, Inglaterra), Bernard Sumner (também conhecido por Bernard Albrecht, n. Bernard Dicken, 04-01-56, Salford, Manchester, Inglaterra) e Stephen Morris (n.28-10-57, Macclesfield, Chesire, Inglaterra) decidiram prosseguir a sua atividade musical, agora sob a designação de New Order, tendo Bernard Sumner assumido a função de vocalista.
Em dezembro do mesmo ano, após uma curta digressão aos EUA, o grupo recrutou a teclista e guitarrista Gillian Gilbert (n. 27-01-61, Manchester, Inglaterra).
Antecedido da edição do single "Ceremony" (originalmente composto para os Joy Division), surgiu em novembro de 1981 o álbum de estreia, Movement. Este trabalho refletiu a influência da sonoridade ainda bem próxima no tempo dos Joy Division. Os seus momentos mais felizes estiveram a cargo de temas como "Dreams Never End", "Truth" e "Denial", para além de "Ceremony".
Em inícios de 1982, foram editados os singles "Everything's Gone Green" e "Temptation", temas que marcaram a inclusão do som dos sintetizadores e um progressivo afastamento da sonoridade sombria de Movement. Um ano depois surgiu o álbum Power, Corruption, And Lies, cujo single "Blue Monday" atingiu os primeiros lugares das tabelas de dança e música alternativa, configurando-se como o primeiro grande êxito dos New Order à escala mundial.
Em fevereiro de 1984, foi editado o EP Confusion, cujo sucesso lhes valeu um contrato com a editora Qwest. Alguns meses depois surgiram os singles "Thieves Like Us" e "Murder".
Em maio de 1985 os New Order lançaram o seu terceiro longa-duração, intitulado Low-Life, do qual fizeram parte temas como "Perfect Kiss" e "Love Vigilantes". O vídeo de "Perfect Kiss" foi realizado por Jonathan Demme. Este álbum foi o primeiro a incluir fotografias dos membros da banda, numa atitude de aproximação ao seu público e afastamento em relação ao perfil discreto que os tinha caracterizado nos trabalhos anteriores.
Em 1986, a banda sonora do filme Pretty In Pink, de John Hughes, incluiu o tema "Shell-Shock" dos New Order. Em setembro, o grupo editou Brotherhood, que incluiu clássicos como "Bizarre Love Triangle", "Every Little Counts" e "State Of The Nation".
Em agosto de 1987, surgiu a coletânea Substance, que incluiu o novo single "True Faith". Este disco seria o primeiro do grupo atingir a marca da platina e a impor-se no mercado norte-americano. O segundo single editado foi uma remistura do clássico "Blue Monday" feita por Quincy Jones.
Só dois anos mais tarde sairia um novo álbum do grupo, intitulado Technique, do qual fizeram parte temas como "Fine Time", "Love Less", "Run" e "Round And Round".
Em 1990 os New Order gravaram o hino oficial da seleção inglesa de futebol, "World In Motion". A década de 90 marcaria algum apagamento do grupo em termos de gravações, registando-se o envolvimento dos membros do grupo em projetos pessoais. Peter Hook formou os Revenge e Stephen Morris e Gillian Gilbert juntaram-se para o projeto The Other Two. Com mais sucesso, Bernard Sumner associou-se a Johnny Marr (ex-The Smiths) e Neil Tennant (Pet Shop Boys) para formar os Electronic, cujo álbum homónimo de estreia incluiu o êxito "Getting Away With It". Em agosto de 1993, os New Order regressaram às gravações com o trabalho intitulado Republic. Considerado o maior sucesso comercial de sempre dos New Order, Republic incluiu canções como "Regret", "World (The Price Of Love)", "Spooky" e "Ruined In A Day".
Em março de 1995, foi editada a segunda coletânea da história do grupo, com novas gravações de clássicos como "True Faith", "1963", "Bizarre Love Triangle" e a inclusão de um novo tema, "Let's Go".
A segunda metade dos anos 90 alimentou rumores de uma possível separação do grupo. Entretanto, os Electronic lançaram o segundo álbum e Peter Hook formou um novo projeto, os Monaco.
Em Feveriro de 2000, um novo tema dos New Order, "Brutal", foi incluído na banda sonora do filme The Beach.
O regresso dos New Order apenas aconteceu em 2001, com Get Ready. O disco revelou-se o primeiro trabalho em 15 anos a apostar na componente lírica e de composição em detrimento da eletrónica e das técnicas de dança. As similitudes com os tempos iniciais dos New Order são óbvias, num registo que agradou aos fãs e onde se destacam as colaborações de Bobby Gillespie (Primal Scream) e Billy Corgan (Zwan, ex-Smashing Pumpkins). O single "Crystal" conseguiu boas performances comerciais, apoiando o álbum para uma presença relevante nas tabelas de vendas.
Uma nota ainda para referir a edição de Radio One Sessions (2004).
Como referenciar: New Order in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-06 08:15:21]. Disponível na Internet: