nicho (ecologia)

O ecossistema não é somente o conceito utilizado para descrever a maneira como as comunidades de organismos vivem em conjunto. Outro conceito útil é considerar a população como uma unidade ecológica que determina os fatores bióticos e abióticos que afetam a sua abundância e distribuição. Joseph Grinnel, da Universidade da Califórnia, foi um dos primeiros ecologistas a utilizar o termo nicho. Em 1917, Grinnel, que definia a distribuição do tordo americano, conceptualizou o nicho do tordo como uma unidade definida pelos seus comportamentos coletivos em associação com elementos da sua estrutura física.
Em 1927, na obra Animal Ecology, Elton ampliou o conceito de nicho incluindo outros fatores presentes na comunidade. Raciocinou da seguinte maneira: "Os animais sofrem a ação de fatores externos - químicos, físicos e bióticos - e o nicho de um animal significa o seu lugar no meio biótico e as suas relações com o alimento e inimigos". O emergente conceito de nicho de uma espécie foi objeto de interpretações matemáticas, durante os anos de 1920 e 1930, por Voltena, Lotka, Gauss e numerosos outros ecologistas. A ideia geral de Grinnel de que somente uma espécie pode ocupar um único nicho foi posteriormente ampliado por Voltena e Gauss, e que se tornou conhecido por princípio de Gauss-Voltena, ou, mais descritivamente por princípio da exclusão competitiva. Atualmente um nicho é considerado como a função ecológica que a espécie estabeleceu na comunidade. A competição entre duas espécies semelhantes por um nicho tornou-se o ponto focal por uma escola de ecologia e continua hoje a centrar muitos estudos científicos.
Um nicho é, pois, definido como a relação que a espécie estabelece numa comunidade.
Inclui os comportamentos individuais de espécie e as influências de outros fatores bióticos e abióticos que afetam a sua vida. Proporciona satisfação a todas as necessidades vitais de uma espécie, estando essa espécie mais bem adaptada para ocupar esse nicho do que qualquer outra espécie. O nicho ocupado por uma espécie define-se pelo tipo de alimento que a espécie utiliza, pelos seus predadores, pelas temperaturas e graus de humidade que tolera, etc. Duas espécies não podem viver de forma estável se ocupam nichos ecológicos idênticos.
Como referenciar: nicho (ecologia) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 04:04:31]. Disponível na Internet: