Nickelback

Banda rock canadiana, formada em Hanna, no ano de 1996, por Chad Kroeger (voz, guitarra), Mike Kroeger (baixo), Brandon Kroeger (bateria) e Ryan Peake (guitarra, voz). Ainda no mesmo ano, os Nickelback gravaram os primeiros registos. O EP "Hesher" antecedeu a edição independente de Curb, o longa duração de estreia, e deu motivos suficientes à banda para partir numa extensa digressão por todo o Canadá. Em 2000, surgiu a gravação de The State, um novo álbum, editado uma vez mais de forma independente. Os Nickelback começaram finalmente a conquistar a atenção de algumas rádios canadianas. A partir de então, o grupo conheceu uma popularidade sem precedentes, o que os levou a atuar como banda de apoio a grupos como os Creed, Fuel ou 3 Doors Down. O disco foi repescado pelas principais editoras e acabou por vender mais de 500 mil cópias.
Silver side up, editado em 2001, um álbum cujos temas foram inclusivamente criados antes dos constantes em The State, consagrou em definitivo a banda do Canadá. Ao lado do produtor Rick Parashar, responsável no passado pela produção de bandas como os Pearl Jam ou Temple of the Dog, os Nickelback criaram um álbum verdadeiramente conquistador. O single "How you remind me" chegou ao primeiro lugar da tabela da Billboard, assim como o álbum, que conquistou posição de destaque nos tops um pouco por todo o mundo. Os seguintes singles, "Too Bad" e "Never Again", tiveram também índices de vendas bastante interessantes. Pela segunda vez na história da música no continente americano, um projeto musical canadiano liderava em simultâneo as tabelas de vendas nos EUA e no Canadá. Os Nickelback estavam na crista da onda e o próximo álbum era aguardado com alguma expectativa. Antes disso, o vocalista Chad Kroeger colaborou com Josey Scott (Saliva), no tema "Hero", da banda sonora do filme Homem-Aranha.
A banda esteve envolvida num episódio polémico, durante o festival do Ermal (2002), em Portugal. Durante a atuação, a banda foi apedrejada e teve que abandonar o palco. A esse facto não terá sido alheio um pormenor: no mesmo dia tocavam os Slipknot e é sabido que a comunidade metaleira não morre de amores pelos Nickelback!
The Long Road chegou às lojas em 2003, ascendendo à liderança da tabela de álbuns no Canadá. O single "Someday" também liderou as tabelas canadianas. No mercado dos EUA, o disco teve também uma boa aceitação, apesar de não conseguir os números do seu antecessor. As críticas foram um pouco corrosivas, acusando os Nickelback de apenas misturarem o som dos Nirvana, dos Pearl Jam e dos Alice in Chains, juntarem-lhe uns tiques pop e criarem uma espécie de grunge pop. De qualquer forma, o sucesso dos Nickelback é uma realidade.
Como referenciar: Nickelback in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-22 02:39:12]. Disponível na Internet: