notação de Lewis

A notação de Lewis, como o próprio nome indica, foi proposta em 1916 pelo físico e químico norte-americano Gilbert Newton Lewis, que nasceu em Massachusetts, a 23 de outubro de 1875, e que faleceu na Califórnia, a 23 de março de 1946.
Esta notação consiste numa representação esquemática da camada de valência de cada átomo, isto é, representa-se o símbolo do elemento rodeado dos eletrões de valência (representados por pontos num átomo e por cruzes no outro). Cada ponto ou cada cruz representa um eletrão de valência ou eletrão celibatário.

A notação de Lewis baseia-se na teoria de que certos átomos podem alcançar a estabilidade por compartilha de eletrões ficando com uma estrutura estável, igual à de um gás nobre. Esta representação permite prever a formação de ligações químicas entre os átomos.
No caso mais simples da molécula de hidrogénio (H2), os dois eletrões, provenientes um de cada átomo, deixam de ser pertença exclusiva de cada um, passando a ser compartilhados igualmente pelos núcleos dos dois átomos. É como se cada átomo de hidrogénio tivesse dois eletrões em comum com o outro.
A notação de Lewis para cada átomo de hidrogénio é a seguinte: H• H x
Para a molécula de hidrogénio vem: HxH
Como referenciar: notação de Lewis in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-02 00:18:36]. Disponível na Internet: