Nova Vaga

A Nova Vaga, ou Nouvelle Vague, foi um período da história do cinema francês (1950-1960) criado por uma geração de jovens cineastas como Jean-Luc Godard, que realizou o filme À Bout de Souffle (O Acossado , 1959). Este movimento foi um evento importante que modificou radicalmente a visão do cinema francês por apresentar um carácter mais individualista e contestatário do cinema tradicional. Podemos dizer que constituiu o laissez-faire na realização cinematográfica. Este período foi considerado o mais económico em termos de orçamento, uma vez que os filmes ficavam mais baratos do que os do cinema tradicional. Para os seguidores desta corrente, mais importante que a estrutura narrativa do filme, estaria um plano superior: a transmissão de uma verdade individual e manipuladora, condenando assim uma visão cinematográfica vazia tanto na forma como no conteúdo. Desta geração do cinema fizeram parte nomes como Jean Rouch, Georges Franju, Pierre Kast, Chris Marker, Alain Resnais, François Truffaut e Marcel Camus, a quem foi atribuída a Palma de Ouro, no Festival de Cannes de 1959, pelo filme Orpheu Negro.
Como referenciar: Nova Vaga in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-22 05:27:30]. Disponível na Internet: