novela de atualidade

Género narrativo que se desenvolve em Portugal por meados do século XIX, à medida que a ficção romântica, inaugurada com o conto e o romance históricos, tende a aproximar-se cada vez mais da atualidade, seguindo, aliás, uma evolução idêntica à do próprio drama. O interesse dos escritores por um tempo da intriga, próximo daquele de que são contemporâneos, tem de ser relacionado quer com o desenvolvimento da imprensa e do folhetim (este centrado em episódios da vida atual e quotidiana) quer com a atenção crescente concedida à realidade social circundante, atenção essa que conduzirá ao Realismo.

Embora os antecedentes da novela de atualidade possam ser buscados em O Pároco da Aldeia (1844), de Alexandre Herculano (1810-1877), as Viagens na Minha Terra (1843; 1846), de Almeida Garrett (1799-1854), inauguram entre nós este tipo de narrativa, género em que se salientará, pela sua abundante produção, Camilo Castelo Branco (1825-1890).
Como referenciar: novela de atualidade in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-18 18:34:37]. Disponível na Internet: