Nuno Fernández Torneol

Trovador de naturalidade e dados biográficos incertos, literariamente ativo em Castela no terceiro quartel do século XIII. Presente no Cancioneiro da Ajuda e nos cancioneiros quinhentistas da Vaticana e da Biblioteca Nacional com uma totalidade de vinte e dois textos: treze cantigas de amor, uma cantiga de escárnio e oito cantigas de amigo, reveladoras da sua habilidade como compositor e da capacidade de reformulação dos motivos líricos. Do seu cancioneiro destaca-se uma conhecida composição influenciada pela alva provençal, a cantiga Levad, amigo que dormides as manhanas frias.
Como referenciar: Nuno Fernández Torneol in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-13 05:59:42]. Disponível na Internet: