nuvem ardente

As nuvens ardentes constituem um tipo particular de emissão vulcânica, relativamente raro. Trata-se de uma mistura de gases superaquecidos (800 oC) e de material sólido que, em consequência do seu peso e da sua grande velocidade, desliza ao longo dos flancos do vulcão, tudo queimando na sua passagem e deixando estrias mais ou menos profundas nas rochas do solo. A emissão de nuvens ardentes mais famosa (pode-se classificar como protótipo) é a que teve lugar nos flancos da montanha Pelée, na Martinica, em 1902, e provocou a morte de toda a população desta cidade, com exceção de dois prisioneiros protegidos pelos muros espessos da sua prisão, que foram salvos ao fim de quatro dias. Mais recentemente, a erupção dos vulcões Mayfin nas Filipinas em 1968 e de Santa Helena em 1980 originaram nuvens ardentes que destruíram tudo na sua passagem.
Como referenciar: nuvem ardente in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 00:39:34]. Disponível na Internet: