O Fabuloso Destino de Amélie

Comédia francesa realizada, em 2001, por Jean-Pierre Jeunet, sob o título de Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain e protagonizada por Audrey Tautou, Mathieu Kassovitz e Maurice Bénichou. O filme foi um estrondoso sucesso à escala mundial, principalmente entre o público juvenil, devido à qualidade do argumento e ao carisma que Tautou emprestou à sua personagem, Amélie, uma jovem infeliz e órfã de mãe que procura incessantemente um novo rumo na sua vida. Vive numa família disfuncional, dominada por um pai médico, que só reserva atenções para um anão de jardim. Empregada de mesa num café-restaurante em Montmartre, descobre na sua casa de banho uma caixa e decide entregá-la ao seu verdadeiro dono (Bénichou), que fica muito emocionado em reavê-la. Amélie ganha uma nova visão do Mundo e decide dedicar a sua vida a ajudar as pessoas que a rodeiam. Começa pelas suas vizinhas e clientes: a sua porteira, cujo marido fugiu de casa, e Georgette, uma vendedora hipocondríaca. Apaixona-se então por Nino (Kassovitz), empregado de uma sex-shop e colecionador de fotografias abandonadas. O filme foi o mais lucrativo título francês de sempre, tendo sido nomeado para cinco Óscares da Academia.
Como referenciar: O Fabuloso Destino de Amélie in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 06:43:51]. Disponível na Internet: