O Gigante

Drama norte-americano realizado e coproduzido por George Stevens em 1956, Giant foi interpretado por Elizabeth Taylor, Rock Hudson, James Dean, Carroll Baker, Mercedes McCambridge, Jane Withers e Dennis Hopper, entre outros. O argumento foi escrito por Fred Guiol e Ivan Moffat, adaptando o romance de Edna Ferber.
A história, de sopro épico e estrutura de telenovela, debruça-se sobre uma atraente e jovem Leslie Lynnton (Elizabeth Taylor), cortejada por dois homens. O primeiro é um abastado dono de um rancho no Texas, o "Benedict Reata", Bick Benedict (Rock Hudson). O segundo é um pobre trabalhador rural, Jett Rink (James Dean). Leslie e Bick acabam por casar e o filme vai acompanhar cerca de um quarto de século da vida no rancho do casal. Jett Rink descobre petróleo e vai usar o seu súbito enriquecimento para se vingar de Bick, comprando todas as terras circundantes do rancho à medida que vai construindo o seu império do "ouro negro". Muitos anos passam até que Bick praticamente deserda o seu filho Jordan (Dennis Hopper) quando este decide casar com uma mexicana. Entretanto, a filha de Bick, Luz Benedict (Carroll Baker), torna-se amante do milionário Jett, que usa esta relação como parte da tática de vingança contra Bick. Quando Jett insulta a mulher mexicana de Jordan, este agride-o, mas os homens de Jett acabam por espancar Jordan. É nessa altura que Bick se apercebe do seu erro e defende o filho, humilhando publicamente Jett. Num confronto que funciona como clímax contra um racista dono de restaurante, Bick prova à sua orgulhosa mulher que se redime perante a sua nora mexicana e os seus netos miscigenados.
O Gigante é um filme onde a paisagem do Texas tem um papel preponderante, atuando como personagem e afetando os atos que tornam as outras personagens humanas. Embora se note uma certa disparidade entre a interpretação de James Dean - com o seu estilo baseado no "Método" - e as outras interpretações mais tradicionais, trata-se de uma história com um impacto emocional assinalável. Ficou para a história como a última interpretação do ícone em que se transformou James Dean, que já não assistiria à sua estreia.
Venceu o Óscar de Melhor Realizador, tendo obtido mais oito nomeações: Melhor Filme, duas para Melhor Ator (Rock Hudson e James Dean), Melhor Atriz Secundária (Mercedes McCambridge), Melhor Argumento Adaptado, Melhor Montagem, Melhor Banda Sonora e Melhor Direção Artística.
Como referenciar: O Gigante in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-25 12:04:04]. Disponível na Internet: