O Herói Chegado da Guerra e Outros Textos em Teatro

Obra de Virgílio Martinho, reúne textos de extensão variável (O Herói Chegado da Guerra; António José da Silva; Os Vampiros; Mulher, Aqui Estou como um Cão Perdido; Catarina; Um Povo Amigo de Lutar; e Morte em Terras de Montemor) inseridos numa estética de intervenção, e que têm como cenários temáticos: o Alentejo oprimido pela GNR, antes e após o 25 de abril, com a recordação de símbolos da resistência como Catarina Eufémia; a problemática da emigração (Mulher, Aqui Estou como um Cão Perdido); o diálogo intertextual com outro autor empenhado, Zeca Afonso (cf. Os Vampiros); a comparação com uma situação histórica análoga na repressão, vivida por outro dramaturgo, António José da Silva; a sátira ao heroísmo da guerra colonial em O Herói Chegado da Guerra. Na contracapa do volume, o autor explicita as fontes e objetivos destas pequenas peças: trata-se de "textos baseados em factos concretos, feitos das experiências dos outros, vividas para ou em revolução, maneira prática que tive de pôr os trabalhadores do meu tempo, operários, camponeses e emigrantes, em luta pela vida, pela transformação do mundo, pelo futuro", numa "Escrita acusatória [...] extraída de cartas, de entrevistas, de crónicas de jornais, de comunicados, de conversas havidas" e cuja "ideia era construir em palavras um teatro de intervenção e denúncia".
Como referenciar: O Herói Chegado da Guerra e Outros Textos em Teatro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-17 05:24:07]. Disponível na Internet: