Oasis

Oasis, a banda britânica rock mais bem sucedida dos anos 90, oriunda de Manchester, teve as suas raízes nos Rain, grupo composto por Liam Gallagher, voz, Paul Arthurs, guitarra, Paul McGuigan, baixo, e Tony McCarroll, bateria. Depois de assistir a um concerto do grupo, entretanto já com a designação de Oasis, Noel Gallagher, técnico de guitarra dos Inspiral Carpets e irmão mais velho de Liam, decidiu tomar conta do grupo e assumir as funções de guitarrista principal e compositor.
Assinaram contrato com a Creation Records, depois do patrão da editora, Alan McGee, ter ficado impressionado com um concerto em maio de 1993.
Os singles "Supersonic", "Shakermaker" e "Live Forever", todos de 1994, criaram um ambiente de grande expectativa na cena musical britânica quanto ao seu álbum de estreia. Em 1994, Definitely Maybe tornou-se o álbum de estreia com venda mais rápida da história da música britânica. Deste trabalho saiu ainda "Cigarettes & Alcohol", o single de maior sucesso da banda até então, acompanhado de uma versão ao vivo de "I Am The Walrus" dos Beatles. A influência do quarteto de Liverpool, desde sempre frontalmente admitida pelo grupo, está patente em elementos tão diversos como a capa de "Definitely Maybe", a riqueza melódica das suas canções, ou a voz de Liam Gallagher, muitas vezes comparada à de John Lennon.
Em dezembro de 1994 foi editado o single "Whatever", tema pop alicerçado em poderosas orquestrações.
(What's The Story) Morning Glory (1995), o segundo álbum do grupo, tornou-se um verdadeiro fenómeno de vendas - foi o álbum britânico mais vendido de sempre -, constituindo um marco na pop dos anos 90. Dele foram extraídos os singles "Wonderwall" (1995), "Some Might Say" (1995), "Roll With It" (1995), "Champagne Supernova" (1996) e "Don't Look Back In Anger" (1996), cantado por Noel Gallagher e acompanhado de uma versão de "Cum On Feel The Noize" dos Slade.
Conhecidos pelo seu comportamento conflituoso, que provocou o cancelamento de uma parte da digressão americana de 1996, os irmãos Gallagher deram oportunidade aos mais variados rumores sobre o fim do grupo. A atenção dos tabloides britânicos abrangeu os mais variados acontecimentos, desde a detenção de Liam por posse de cocaína e a declaração de Noel sobre a sua ligação às drogas, até ao casamento de Liam com a atriz e cantora Patsi Kensit.
O terceiro álbum Be Here Now (1997) vendeu cerca de 800,000 cópias no dia de lançamento no Reino Unido. Originou três singles: "D' You Know What I Mean" (1997), acompanhado de uma versão de "Heroes" de David Bowie, cantada por Noel Gallagher; "Stand By Me" (1997); e "All Around The World" (1998), tendo como lado-B uma versão de "Street Fighting Man" dos Rolling Stones. Ainda retirado de "Be Here Now", foi editado, em maio de 1998, apenas no Japão, o single "Don't Go Away".
Em 1998, foi lançado The Masterplan, uma coletânea dos melhores lados-B, escolhidos com a ajuda dos fans através de uma votação feita no sítio oficial do grupo na Internet.
Seguiu-se a edição de Standing On The Shoulder Of Giants (2000). O disco mantinha a filosofia sonora habitual dos Oasis e, embora os resultados não tenham sido tão satisfatórios quanto os dos seus antecessores, não desiludiu a enorme legião de fãs que o grupo britânico já tinha conseguido conquistar. A banda partiu para uma grande digressão mundial, com o ponto alto no espetáculo no Estádio do Wembley, em julho desse ano. Esse momento seria gravado para a posteridade no disco Familiar To Millions. A banda voltou às gravações em 2002, com Heathen Chemistry. Nesta fase, começaram a agravar-se os conflitos entre os irmãos Gallagher e surgiram os primeiros rumores de dissolução da banda, sempre negados. A saída de dois dos elementos fundadores do grupo ajudou a cimentar esses boatos. Contudo, a banda pareceu, pelo menos no disco, mais unida do que nunca, com todos os elementos a contribuirem para a composição do álbum. Os singles "Hindu Times" e "Little By Little" conseguiram vendas significativas, catapultando o álbum para uma presença nos primeiros lugares das tabelas.
Como referenciar: Oasis in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-20 04:18:40]. Disponível na Internet: