ocultismo

Ocultismo ou ciência oculta é uma doutrina com teorias e práticas cujo objetivo é entender a vida, desvendando os segredos da natureza, da humanidade, do espírito, de tudo. O ocultismo acredita que há um propósito, um plano superior, na existência de qualquer coisa criada e na evolução do Universo.
O termo oculto (do latim occultus) pressupõe um "conhecimento escondido" por oposição ao conhecimento que a ciência convencional pode ver ou medir. Daí que o ocultismo remeta para um sentimento de mistério, indecifrável para a maioria dos mortais. Só alguns aparecem predestinados a decifrar o sentido das sombras do mundo sensível. De acordo com o ocultismo, as principais leis da Natureza operam no mundo invisível muito mais do que no visível. O ocultista procura, por isso, entender as leis, as regras, as energias e as forças psíquicas que permitem toda a criação. A ciência oculta estuda a natureza na sua totalidade e nas relações desta com o ser humano.
Fernando Pessoa, na Mensagem, utiliza o ocultismo para criar o herói, o Encoberto que se apresenta como D. Sebastião. Procura uma certa legitimação da existência de um poder absoluto, de um chefe excecional, detentor do privilégio esotérico, capaz de realizar o sonho do Quinto Império.
Sobre o ocultismo Pessoa diz em carta a Adolfo Casais Monteiro: "Creio na existência de mundos superiores ao nosso e de habitantes desses mundos, em experiências de diversos graus de espiritualidade, subtilizando-se até se chegar a um Ente Supremo, que presumivelmente criou este mundo".
Como referenciar: ocultismo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 16:35:17]. Disponível na Internet: