opistobrânquios

Subclasse de animais da classe dos gastrópodes, do tipo dos moluscos, distribuída por 2000 espécies. Pode considerar-se um grupo pequeno mas variado de gastrópodes, na sua maioria marinhos, em que ocorreu uma certa distorção, de modo que o manto se deslocou para a direita ou desapareceu. Na maioria a concha desapareceu completamente ou é interior. Todos são hermafroditas. Normalmente encontram-se divididos em nove ou mais ordens mas por conveniência podem ser divididos em dois grupos: tectibrânquios, geralmente com brânquias e concha, e os nudibrânquios que não possuem concha ou verdadeiras guelras, mas em que brânquias secundárias estão presentes na parte dorsal ou em torno do ânus. Apresentam geralmente dois pares de tentáculos, sendo o segundo par muitas vezes modificado, aumentando a área de quimiorreceção. Entre os tectibrânquios o género Aplysia é o maior apresentando tentáculos e concha vestigial.
Os tectibrânquios alimentam-se de algas, tendo a capacidade de transferir cloroplastas isolados das algas para a superfície dorsal do seu próprio corpo, onde são cultivados com o fim de produzir alimentos para o animal. Os nudibrânquios não possuem concha e o corpo apresenta cores vivas. Alimentam-se de animais tão estranhos como as esponjas e as hidras. Muitos dos que se alimentam de hidras têm a capacidade de transferir, sem os descarregar, os nematocistos para a sua face dorsal onde os utilizam como órgãos de defesa.
Como referenciar: opistobrânquios in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 19:08:53]. Disponível na Internet: