Opus Dei

Opus Dei, expressão do latim que em português significa "Obra de Deus", é a designação de uma organização católica romana criada em Madrid, Espanha, a 2 de outubro de 1928. O nome completo é Prelatura de Santa Cruz e Opus Dei.
A Opus Dei foi fundada pelo padre católico Jose Maria Escriva de Balaguer, nascido em Barbastro, Espanha, em 1902. O objetivo desta organização, composta essencialmente por leigos, mas também por padres e seminaristas, é espalhar e incrementar na sociedade os valores cristãos, recorrendo para tal à sua vida profissional. Para além de defender os tradicionais valores católicos, tem uma lealdade total ao Papa.
A Opus Dei, atualmente com sede em Roma, espalhou-se por todo o mundo e é composta por perto de 80 mil leigos e 1800 padres e seminaristas, oriundos de cerca de 80 países. Inicialmente reservada a homens, abriu-se à entrada de mulheres em 1930. A tradição divulgada pela própria organização explica que Escriva de Balaguer fundou a Opus Dei depois de ter uma visão segundo a qual Deus desejava que os cristãos comuns fossem santos e apóstolos no seio das suas profissões. Ou seja, deveriam santificar o seu trabalho na vida, santificarem-se a si próprios e através disto ajudar os outros a santificarem-se.
Os leigos seguem a liderança espiritual dos padres da organização, que se dedicam essencialmente à Opus Dei. Ambos estão organizados em diferentes classes, os numerários e os supernumerários. Os primeiros são celibatários, vivem nas casas da Opus Dei e entregam a totalidade dos seus vencimentos à organização. Os homens são encorajados a tornarem-se padres. Os supernumerários podem casar-se e viver com as famílias. Uns e outros seguem um plano de vida que inclui orações diárias e leituras. Ambas as classes devem ter um elevado grau de estudos.
Uma das maiores críticas de que a Opus Dei é alvo é a de ser uma organização demasiado secreta e elitista. É também acusada de segregar as mulheres. Os críticos lembram uma frase do fundador, Escriva de Balaguer, que disse que as mulheres não precisam ser letradas, basta-lhes serem prudentes.
Monsenhor Escriva de Balaguer, que morreu em Roma em 1975, foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 1992 e canonizado em 2002.
Como referenciar: Opus Dei in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-26 11:15:43]. Disponível na Internet: