ordem de ligação

A ordem de ligação entre dois átomos corresponde ao número de pares de eletrões efetivamente ligantes que asseguram a ligação entre eles.
Por exemplo, na molécula de azoto (N2), a ligação entre os dois átomos é assegurada por 6 eletrões de valência, ou seja, 3 pares eletrónicos. São esses 3 pares eletrónicos, efetivamente ligantes, que contribuem fundamentalmente para a formação da molécula. Diz-se que a ordem da ligação é 3. Na molécula de azoto sobram ainda 4 eletrões de valência que não contribuem significativamente para a formação da molécula e se distribuem homogeneamente pelos 2 átomos de azoto que a constituem.
Pela definição de ordem de ligação, uma ligação covalente simples é de ordem um, uma ligação covalente dupla é de ordem dois e uma ligação covalente tripla é de ordem três.
Quanto maior for a ordem de ligação, maior será a energia de ligação e consequentemente menor será o comprimento de ligação.
Como referenciar: ordem de ligação in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 03:35:32]. Disponível na Internet: