Artigos de apoio

Ordens Rosa Cruz
As ordens ou fraternidades Rosa Cruz (Rosa-cruz ou Rosacruz) são organizações místicas e esotéricas que se pretendem herdeiras de tradições alquimistas e cabalísticas antigas e que usam certos rituais iniciáticos.
De acordo com a lenda, a Ordem Rosa Cruz foi fundada por Christian Rosenkreuz (1378-1484), cavaleiro alemão que estudara artes ocultas com mestres de Damasco, do Egito e de Marrocos. A fundação da Ordem terá acontecido na Alemanha em 1407. A existência de Christian Rosenkreuz é, no entanto, posta em causa por vários rosacrucianos, que veem o nome como um pseudónimo de algumas personagens históricas, como, por exemplo, o filósofo, estadista e ensaísta inglês Francis Bacon (1561-1626).
A nível histórico, o início da Ordem tem como data 1614, com a publicação do documento intitulado "The Fama Fraternitas of the Meritorious Order of the Rosy Cross". Marcam, também, a fundação da Ordem Rosa Cruz, em 1615, "The Confession of the Rosicrucian Fraternity" e em 1616, "The Chumical Marriage of Christian Rosenkreuz". Estes textos de autor desconhecido, embora se avente a hipótese do teólogo Johann Valentin Andrea (1586-1654), são os grandes responsáveis dos movimentos e organizações de fraternidade que se formaram.
Em algumas organizações da Maçonaria, existe o grau de Cavaleiro Rosa Cruz para aquele que atinge o último grau.
As diversas ordens Rosa Cruzes defendem a fraternidade entre todos os homens. Para isso, é necessário que cada um altere os seus hábitos, atitudes e pensamentos e desenvolva as suas potencialidades para a verdadeira paz consigo próprio.
A Ordem Rosa Cruz tem como símbolo uma ou mais rosas decorando uma cruz. As variações (uma cruz envolvida por uma coroa de rosas; uma cruz com uma rosa ao centro; junto ao símbolo um duplo triângulo ou uma estrela ou símbolos cabalísticos e alquímicos…) permitem distinguir as diversas fraternidades.
De acordo com algumas teorias, a Cruz é o signo masculino e espiritual, que representa a divina energia criadora e fecundadora; a Rosa é o signo feminino, que contém o ovo cósmico. Fernando Pessoa (in A Procura da Verdade Oculta-Textos filosóficos e esotéricos) afirma sobre o significado da Cruz e da Rosa: "A dupla essência, masculina e feminina, de Deus - a Cruz. O mundo gerado, a Rosa, crucificada em Deus". E mais adiante: "Todo o homem, que tenha que talhar para si um caminho para o Alto, encontrará obstáculos incompreensíveis e constantes. [...] Este processo de vitória, figuram-no os emblemadores no símbolo da crucificação da Rosa - ou seja no sacrifício da emoção do mundo (a Rosa, que é o círculo em flor) nas linhas cruzadas da vontade fundamental e da emoção fundamental, que formam o substracto do Mundo, não como Realidade (que isso é o círculo) mas como produto do Espírito (que isso é a cruz)."

Há diversas organizações esotéricas que se dizem Rosa-cruzes e que são relativamente diferentes. Existe, entre outras, a Ordem Rosa Cruz - AMORC, Antiga e Mística Ordem Rosa Cruz; a Fraternidade Rosa Cruz; a Sociedade Rosa Cruz do Lectorium Rosicrucianum ou Escola Espiritual Gnóstica da Rosa Cruz Áurea; a Ordem dos Irmãos Primogénitos da Rosa Cruz.
A Ordem Rosa Cruz - AMORC, Antiga e Mística Ordem Rosa Cruz estabelece uma distinção entre os rosacrucianos, que são os seus próprios aderentes, e os Rosa-cruz, que atingem os mais elevados graus da ordem. Define-se como "uma organização internacional de caráter místico-filosófico, que tem por missão despertar o potencial interior do ser humano, auxiliando-o em seu desenvolvimento, em espírito de fraternidade, respeitando a liberdade individual, dentro da Tradição e da Cultura Rosacruz". É nesta ordem que encontramos figuras proeminentes, como Comenius; Sir Francis Bacon; o rei da Prússia, Frederico Guilherme II; o poeta Wolfgang Goethe; Victor Hugo; René Descartes; Leibniz; Isaac Newton; Benjamin Franklin; e Fernando Pessoa. A Fraternidade Rosa Cruz tem na astrologia e no desenvolvimento de faculdades mediúnicas e curativas as bases da doutrina oficial.
A Sociedade Rosa Cruz do Lectorium Rosicrucianum ou Escola Espiritual Gnóstica da Rosa Cruz Áurea defende que a alma viverá no corpo em cativeiro, só encontrando a paz pela libertação do corpo material, recuperando a plenitude da sua vida espiritual.
A Ordem dos Irmãos Primogénitos da Rosa Cruz adota o princípio que "tudo aquilo que pode ser dito não merece ser conhecido".
Como referenciar: Ordens Rosa Cruz in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-22 18:15:03]. Disponível na Internet: