ótimo de Pareto

A análise da eficiência e da eficácia dos sistemas económicos e da forma como se torna possível o atingir de situações de equilíbrio é uma área importante da Economia, na medida em que, entre outros aspetos, serve de apoio à implementação de políticas governamentais que visam a melhoria do bem-estar dos indivíduos que compõem uma sociedade.
Concretamente, assume especial relevância a questão da repartição do rendimento e do correspondente grau de satisfação de cada indivíduo tendo em conta a parcela que lhe tenha cabido.
É fundamentalmente neste contexto que ganha pertinência o conceito de ótimo ou eficiência de Pareto, assim denominado pelo facto de ter sido apresentado pela primeira vez por Vilfredo Pareto (1848-1923), cuja notoriedade em termos económicos deriva precisamente deste conceito e da lei relativa à distribuição do rendimento segundo a qual existe uma relação linear entre cada nível de rendimento e o número de pessoas que recebe mais do que esse rendimento. O ótimo de Pareto corresponde a uma afetação de recursos aos agentes económicos a partir da qual não existe nenhuma reafectação possível que seja preferida por um indivíduo e não implique a perda de bem-estar de um outro. Assim sendo, as afetações de recursos correspondentes a ótimos de Pareto são aquelas a partir das quais deslocações mutuamente benéficas não são possíveis, pelo que não é possível melhorar a situação de um indivíduo sem prejudicar a situação de outro.
Em termos da economia como um todo, a estrutura de mercado que permite atingir um ótimo de Pareto é a de concorrência perfeita, à qual estão associados pressupostos muito fortes e pouco aplicáveis na prática.
Paralelamente, é habitual considerar-se que a ocorrência de um ótimo de Pareto tal qual ele é definido (situação em que a mudança para beneficiar um indivíduo não pode ser feita sem prejudicar outro ou outros) não é sinal direto de eficiência e maximização de bem-estar, na medida em que distribuições de rendimento que cumpram essa condição podem ser bastante injustas em termos de equidade.
Paralelamente, de acordo com a distribuição inicial de rendimento, pode haver a ocorrência de afetações que correspondam a ótimos de Pareto e sejam completamente diferentes.
Este aspeto não retira a importância e utilidade deste conceito no âmbito da análise económica.

Como referenciar: ótimo de Pareto in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 17:13:29]. Disponível na Internet: