Palácio da Justiça (Bruges)

O Palácio da Justiça, em Bruges, erigido entre 1866 e 1883 pelo arquiteto J. Poelaert, constitui um dos mais importantes exemplos de uma construção elaborada em estilo neobarroco.
Em toda a construção verifica-se uma tendência classicizante, revelando uma influência da monumentalidade do Segundo Império transmitida a edifícios construídos nas maiores cidades europeias como é o caso de Bruges.
A construção de edifícios destinados às atividades de uma sociedade urbana reflete, acima de tudo, a grande prosperidade vivida pela classe burguesa e das comunas. De facto, o esplendor com que são construídas casas corporativas e edifícios municipais denuncia esse desafogo financeiro.
O enorme edifício de Poelaert congrega um abundante número de pesados elementos barrocos de dimensões bastante ampliadas que se acumulam, formando uma estrutura piramidal de onde se destaca uma torre sobrepujada por uma cúpula. O carácter pesado da estrutura, pelo amontoado de elementos de enormes dimensões, denota uma certa falta do bom gosto, que pautou os momentos anteriores à época em que foi construído.
Como referenciar: Porto Editora – Palácio da Justiça (Bruges) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-21 10:54:33]. Disponível em