Palácio do Belvedere

O Palácio do Belvedere foi iniciado em 1714 sob o projeto de Lukas Von Hildebrandt (1688-1745) e compreende o Belvedere Superior (1721-24), destinado a residência do príncipe Eugénio de Saboia, e o Belvedere Inferior (1714-1716), uma área de lazer. Localizam-se num vasto terreno sobre uma colina nas imediações de Viena e ambos pertencem ao período barroco.
O arquiteto é natural de Génova e passou a sua juventude em Itália. Em 1690 frequentava a oficina de Carlo Fontana em Roma. Em 1696 já se encontrava a trabalhar na corte vienense a pedido do príncipe Eugénio de Saboia.
O edifício é composto por sete corpos que lembram os pavilhões de um jardim dispostos por ordem decrescente, em cujo centro foi colocada a estrutura mais alta. Nas suas extremidades erguem-se pavilhões poliédricos, que, com os restantes elementos, formam um conjunto marcado por um grande equilíbrio de massas. O escalonamento dos membros e a animação das paredes conferem maior leveza e flexibilidade ao edifício. A exuberância barroca aparece sobretudo na decoração das superfícies com baixo-relevos. Destaca-se a escadaria do vestíbulo concebida cenograficamente.
Como referenciar: Palácio do Belvedere in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-24 18:47:56]. Disponível na Internet: