Palácio dos Doges

Palácio Ducal de Veneza, na praça de S. Marcos, construído em 804. Sofreu várias intervenções ao longo dos tempos, que o foram enriquecendo e embelezando. O balcão que dá para a laguna foi esculpido em 1404 por Dalle Masegne. A fachada sobre a praça segue o mesmo estilo, tendo sido finalizada na primeira metade deste século. A Porta della Carta, voltada para S. Marcos, foi construída entre 1438 e 1443 sob a responsabilidade G. e B. Bon, sendo o pátio da autoria de A. Rizzo, P. Lombardo e A. Scarpaguino. Aqui situam-se as Escadas dos Gigantes, que devem o seu nome às colossais estátuas de Marte e Neptuno da autoria de Sansovino (1554). No século XVI, devido a um incêndio, é empreendida uma nova construção que levou a um embelezamento do seu interior. Aqui destacam-se as ricas pinturas de Tintoretto , Veronese e seus discípulos. Salientam-se o teto da Sala do Conselho da autoria de Veronese (Apoteose de Veneza) e os painéis de Tintoretto (Paraíso).
Como referenciar: Palácio dos Doges in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 09:14:59]. Disponível na Internet: