paramagnético

O termo paramagnético reporta-se àquele que sofre paramagnetismo. O paramagnetismo é dos quatro principais tipos de magnetismo e caracteriza-se por possuir átomos ou moléculas de uma substância que têm momentos magnéticos totais associados às orbitais e aos spins com a mesma direção do campo aplicado.
Quando não existe campo magnético externo, os momentos magnéticos encontram-se orientados ao acaso. Na presença de um campo magnético externo, os momentos tendem a alinhar-se no campo, mas esta tendência é contrariada pelo facto de os momentos ficarem orientados ao acaso em virtude da agitação térmica. A fração dos momentos que se orientam paralelamente ao campo depende da intensidade do campo e da temperatura. Para temperaturas muito baixas e em campo externos elevados, quase todos os momentos se encontram paralelos ao campo. Nesta situação, a contribuição do material ao campo magnético total é muito elevada. Para temperaturas mais elevadas, e em campos externos mais fracos, somente uma pequena fração dos momentos se encontra alinhada com o campo, e a contribuição do material ao campo magnético total é muito pequena.
O paramagnetismo ocorre em todos os átomos e moléculas com eletrões desemparelhados, como é o caso de átomos livres, radicais livres e compostos de metais de transição contendo iões com níveis de energia incompletos. Também ocorre em metais.
As substâncias paramagnéticas mais usadas são os metais (platina, potássio, sódio, alumínio, crómio, entre outros), as ligas (contendo crómio, manganésio, vanádio ou cobre) e os gases (oxigénio, ozono, óxido azótico, entre outros).

Como referenciar: paramagnético in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 16:49:03]. Disponível na Internet: