Paredes de Coura

Aspetos Geográficos
O concelho de Paredes de Coura, do distrito de Viana do Castelo, localiza-se na Região Norte (NUT II), no Minho-Lima (NUT III), e dista cerca de 80 km da cidade do Porto. Localiza-se no coração do Alto Minho, na margem esquerda do rio Coura, cobrindo uma extensão de aproximadamente 138,4 km2.
O concelho de Paredes de Coura apresenta um enquadramento geográfico muito particular, rodeado por cinco concelhos, Valença e Monção a norte, Arcos de Valdevez a este, Ponte de Lima a sul e Vila Nova de Cerveira a oeste, parece ficar bem no coração do distrito. Engloba 21 freguesias: Agualonga, Bico, Castanheira, Cossourado, Coura, Cristelo, Cunha, Ferreira, Formariz, Infesta, Insalde, Linhares, Moselos, Padornelo, Parada, Paredes de Coura, Porreiras, Resende, Romarigães, Rubiães e Vascões. Em 2005, o concelho apresentava 9426 habitantes.
O natural ou habitante de Paredes de Coura denomina-se paredense ou courense.

História e Monumentos
É uma povoação muito antiga, com origem perdida em tempos remotos, anteriores à fundação da nacionalidade, conforme comprova a existência de vestígios das civilizações celta, romana e sueva.
Dispersos um pouco por todo o concelho, encontram-se antas, restos de estações dolménicas, necrópoles e castros, com destaque para a estrada militar que ligava Braccara Augusta a Astorga.
As principais preciosidades da vila são: a Igreja do Espírito Santo, barroca, tendo sido reconstruída no século XVIII; a Igreja de Santa Maria; o pelourinho setecentista e a Casa Grande. Como pontos de interesse salientam-se o monte de São Silvestre, o monte da Cotaleira, o monte do Bico, o monte da Travanca e o monte das Vestas.

Tradições, Lendas e Curiosidades
É tradição realizarem-se as romarias da Senhora das Dores, no último domingo de agosto, e as romarias do Espírito Santo, no dia do Espírito Santo.
O feriado municipal é a 10 de agosto.

Economia
As principais atividades produtivas são a agricultura e a pecuária. Cultiva-se milho, batata, feijão, fruta, vinha e algum linho. A indústria alimentar e de transformação da madeira emprega parte da população.
O concelho foi alvo de um assinalável desenvolvimento, que passou pela eletrificação de todas as freguesias e pela construção de infraestruturas indispensáveis ao bem-estar da população. Surgiram zonas industriais e equipamentos sociais, permitindo um crescimento económico e cultural
Como referenciar: Paredes de Coura in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 02:50:42]. Disponível na Internet: