parque de diversões

Um parque de diversões é um estabelecimento permanente onde estão montados diversos percursos e atrações (como carrosséis, rodas-gigantes, montanhas-russas, espetáculos, etc.), destinados a entreter pessoas de todas as idades. Estes parques são ainda equipados com restaurantes e lojas de recordações.
Entre os parques de diversões destacam-se os parques temáticos, os mais populares da atualidade, que, através de edifícios, decorações e paisagens, fazem sentir aos seus visitantes que se encontram num outro local ou numa outra época. Pode haver zonas diferentes, cada uma das quais a recriar uma determinada época ou história. Há parques que recriam o velho Oeste, safaris em África, a Europa Medieval, ambientes de filmes ou mundo de fantasia, entre outros.
O parque mais antigo do mundo é o Bakken, em Klampenborg, a norte de Copenhaga, na Dinamarca, que abriu em 1583. Mais, tarde, em 1766, abriu o Prater, em Viena, na Áustria. Hoje em dia, ainda funciona o Tivoli, em Copenhaga, que foi inaugurado em 1843.
A tradição dos parques de diversões surgiu na Europa, como sucedâneos de uns espaços onde as pessoas pagavam entrada para terem acesso a algumas atrações. Estes parques tiveram origem em feiras comerciais que já existiam desde o século XII na Grã-Bretanha.
Nos Estados Unidos da América (EUA) a principal influência dos parques de diversões foram as grandes feiras e exposições mundiais, nomeadamente a feira de Colombo que em 1893, em Chicago, homenageou o navegador Cristóvão Colombo, assim como a conquista do Oeste. Foi nesta época que se começaram a popularizar os parques de diversões nos EUA, muito procurados pelos jovens que se mudavam para as grandes cidades, provenientes das zonas rurais do país, assim como da Europa.
Em 1895 foi inaugurado o primeiro parque permanente nos EUA, o Sea Lion Park, em Coney Island, no Brooklyn, em Nova Iorque. Dois anos mais tarde, surgiu, também na mesma zona, o Steeplechase Park, que se tornou num grande sucesso e viria a influenciar a abertura de parques em todo o mundo. Foi neste parque que surgiu pela primeira vez uma montanha-russa, em 1927. Os tempos áureos dos parques de diversões na América foram interrompidos pela Grande Depressão e pela Segunda Guerra Mundial.
O mais famoso parque temático do mundo é o Disneyworld, inaugurado em 1971, na Florida, nos Estados Unidos da América, segundo uma ideia de Walt Disney, o criador de Mickey Mouse. Por este parque passeiam as figuras criadas por Walt Disney e há vários parques temáticos, como o Reino da Fantasia, o Epcot, os estúdios Disney-MGM e o Reino Animal. Este parque teve como percursor a Disneylândia, inaugurado em 1955, na Califórnia, que se inspirou, por exemplo, no Tivoli e nas feiras internacionais. Posteriormente, o grupo Disney abriu parques em Tóquio (Japão), em 1983, e em Paris (França), em 1992.
Nos EUA são também muito populares os parques sobre cinema, propriedade dos grandes estúdios cinematográficos, como é o caso da Universal Studios, na Califórnia e na Florida. O primeiro parque da Universal abriu em 1990, mas já havia visitas de comboio, com paragem em várias atrações, desde 1964.
A partir dos anos 90 do século XX, começaram a surgir parques temáticos relacionados com filmes de sucesso, casos de Parque Jurássico, Batman e Regresso ao Futuro.
O Castelo da Bela Adormecida é considerado o primeiro parque temático, pois foi o primeiro a ter percursos, espetáculos e atrações subordinados a um único tema.
Como referenciar: parque de diversões in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-12 15:03:11]. Disponível na Internet: