passou-lhe, passou-se ou passou-se-lhe?


Existem as formas passou-lhe e passou-se, cada uma com os seus sentidos.

No primeiro caso, temos o pronome pessoal na sua forma de complemento indireto e o verbo passar está a ser usado com o sentido de «não ocorrer, não lembrar»:

    Passou-lhe completamente o aniversário da colega.

No segundo caso, estamos perante o pronome pessoal reflexo, o que altera o sentido do verbo, que passa a significar «descontrolar-se»:

    Passou-se completamente com a atitude do empregado.

Pode ainda usar-se o verbo passar na terceira pessoa com o pronome se indicando algo que já aconteceu:

    Este caso policial passou-se em 1990.

Não é correto o uso de passou-se-lhe.



Como referenciar: passou-lhe, passou-se ou passou-se-lhe? in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-30 20:13:28]. Disponível na Internet: