pechblenda

A pechblenda, também designada por uraninite, é um material castanho-escuro, o principal constituinte do minério de urânio, que consiste maioritariamente em óxido de urânio (UO2). Contém também algum chumbo (o produto final estável do decaimento do urânio) e quantidades variáveis da maior parte dos elementos radioativos que ocorrem naturalmente e que são os produtos do decaimento do urânio ou da fissão dos seus isótopos.

O teor de urânio é de 50 a 80%, sendo igualmente uma fonte de rádio, polónio e actínio. As principais características da pechblenda são: brilho submetálico, dureza 5,5 e cristaliza no sistema cúbico. Apresenta-se em rochas cristalinas (granitos e pegmatites) e também em filões de origem hidrotermal.

A pechblenda foi estudada pela primeira vez pelo casal de físicos Pierre e Marie Curie, tendo descoberto nos seus resíduos o rádio e o polónio em 1898.
Como referenciar: Porto Editora – pechblenda na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-16 23:00:24]. Disponível em