Pedro Reinel

Viveu nos séculos XV e XVI, tendo tido oficina em Lisboa e trabalhado para os reis D. João II, D. Manuel e D. João III como mestre de agulhas e de cartas de marear.
Pai de Jorge Reinel, ambos foram considerados dos melhores cartógrafos do seu tempo, a ponto do imperador Carlos V os desejar a trabalhar para si. O rei D. João III outorgou-lhe, assim como a seus filhos, uma pensão anual de 15 000 reais.
Pai e filho, que muito contribuíram para o conhecimento do mundo naquela altura, deixaram uma vasta obra, analisada por Armando Cortesão no seu livro Cartografia e Cartógrafos Portugueses dos Séculos XV e XVI. As cartas e atlas destes cartógrafos encontram-se espalhadas pelo mundo, desde a Biblioteca Nacional de Paris e da Biblioteca de Munique à British Library e aos Archives Nationales de Gironde.
Como referenciar: Pedro Reinel in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 06:38:14]. Disponível na Internet: