Performance Art

A Performance Art é um género artístico, desenvolvido desde os anos sessenta, que resulta da fusão de expressões como o teatro, o cinema, a dança, a poesia, a música e as artes plásticas. Está também muito ligada a outras formas de expressão, como o Happening e a Body Art, realizados por alguns artistas desde final da década de 50 em Nova Iorque, com objetivo de interagir mais diretamente com o público.
Este tipo de expressão artística teve origem em algumas manifestações do movimento futurista, nomeadamente nas ações desenvolvidas pelo seu fundador, Filippo Marinetti e foi muito utilizada pelos artistas dadaístas e surrelistas, tal como pelos membros da escola de arte Bauhaus e também pelo Grupo Gutai do Japão.
Estas experiência europeias foram em grande parte divulgadas nos Estados Unidos da América por antigos professores da Bauhaus, como Josef Albers, ou por outros artistas que, nos inícios da Segunda Guerra Mundial emigraram para este país. Na génese da Performance Art foi igualmente significativa a influência de alguns espetáculos realizados pelo compositor John Cage nos inícios dos anos 50, que integravam a leitura de textos, a dança e a música.
Na década de 60, a Performance Art apresenta como denominador comum a utilização do corpo como suporte e como meio de expressão em ações efémeras que se desenvolvem para uma audiência que por vezes é envolvida no próprio trabalho. Muitas vezes estas apresentações eram registadas em fotografias, vídeos ou desenhos preparatórios.
O movimento artístico Fluxus, criado em 1961, teve um papel fundamental na divulgação e desenvolvimento desta forma de expressão.
Durante a década seguinte, torna-se mais forte a influência mútua entre os movimentos da Arte Minimal e da Arte Conceptual e a Performance Art, tendências que assumem o domínio da ideia e do processo criativo sobre o resultado final da obra de arte.
Nos finais do século, torna-se difícil estabelecer limites conceptuais para a Performance Art que é frequentemente confundida com o teatro, a música ou a dança, assumindo a designação de "Arte Viva".
Como referenciar: Performance Art in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-21 09:32:29]. Disponível na Internet: