perturbação (astronomia)

Em astronomia, uma perturbação consiste numa pequena variação da órbita de um corpo celeste produzida pela ação gravitatória de outro. A trajetória de um planeta, cometa ou satélite em torno do corpo central é, numa primeira aproximação, uma secção cónica (elipse, parábola ou hipérbole), que é percorrida em conformidade com as leis de Kepler. Devido à atração dos outros corpos do sistema solar, esse movimento é perturbado e a órbita sofre pequenas variações que podem ser seculares, quando crescem com o tempo, ou periódicas, se provocarem uma oscilação em torno de um valor médio. Produzem-se assim variações das posições dos referidos corpos (perturbação das coordenadas) ou dos elementos da sua trajetória (perturbação dos elementos da órbita).
Em eletrónica, uma perturbação consiste num sinal de entrada indesejável num sistema de controlo, devido ao qual afeta o valor de saída.
Uma perturbação periódica é aquela cujos valores se repetem com uma certa periodicidade e expressa-se por meio de funções trigonométricas do tempo.
Como referenciar: perturbação (astronomia) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-11 14:20:58]. Disponível na Internet: