petroquímica

A petroquímica consiste num conjunto de processos químicos e tecnológicos para a obtenção de produtos que têm como matéria-prima o petróleo e o gás natural.
Os hidrocarbonetos saturados do petróleo e o gás são transformados em compostos insaturados (olefinas, acetileno e outros) e aromáticos.
Mediante cracking e reforming obtêm-se, além de gasolina, etileno, propileno, butileno e outros produtos. Por decomposição do metano a alta temperatura forma-se acetileno. Mediante ciclização e desidrogenação das parafinas (alcanos) obtêm-se compostos aromáticos.
Todos os produtos da petroquímica são substâncias básicas para o fabrico de plásticos, medicamentos, corantes, detergentes, solventes, fertilizantes à base de azoto, entre outros.
Os compostos químicos inorgânicos incluem o carbono, o enxofre, o amoníaco e o peróxido de hidrogénio.
As primeiras indústrias petroquímicas instalaram-se nos Estados Unidos nos anos 20, perto das refinarias de petróleo, cujos subprodutos utilizavam. A indústria petroquímica experimentou um grande desenvolvimento depois da Segunda Guerra Mundial. Graças à sua alta produtividade, atualmente supera em aplicações a química do carvão.
Como referenciar: Porto Editora – petroquímica na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-27 05:58:38]. Disponível em