Piet Mondrian

Pintor holandês, Pieter Cornelis Mondrian nasceu a 7 de março de 1872, em Amersfoort, na Holanda, e faleceu em 1944. Estudou na Academia de Arte de Amesterdão e começou por pintar paisagens. Em 1909 iniciava um trabalho cada vez mais abstrato, tendo árvores como motivo. A mudança para Paris, em 1912, aproximou-o dos pintores cubistas. Com a Primeira Guerra Mundial voltou para a Alemanha, onde participou na fundação da revista De Stijl, que veio a influenciar a pintura, a arquitetura e o design na Europa. Tentou fundamentar a sua estética numa base teórica, chamando-lhe neo-plasticismo. A tela Composição em Vermelho, Amarelo e Azul (1927) é um exemplo do seu estilo radicalmente abstracionista. A composição reduz-se a traços horizontais e verticais, a preto e branco e nas três cores primárias. Mondrian apenas se interessava pela "pura realidade" expressa nas relações entre os elementos presentes, sem que estes aludissem a algo exterior ao quadro. O equilíbrio entre estes elementos não era aleatório, antes obedecia a uma relação "correta" entre as diferentes partes, de tal maneira que um bom crítico de Mondrian não se deixaria enganar por uma falsificação.
Como referenciar: Piet Mondrian in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 11:45:43]. Disponível na Internet: