pigmentos fotossintéticos

Os pigmentos fotossintéticos são substâncias capazes de absorver luz visível utilizada no processo fotossintético. Os mais importantes são as clorofilas (a, b, c e d), os carotenoides (carotenos e xantofilas) e as ficobilinas (ficoeritrina e ficocianina).
As clorofilas são pigmentos fotossintéticos de cor verde e ocorrem em todos os eucariontes fotossintéticos e nas cianobactérias.
No grupo dos carotenoides, os carotenos têm cor alaranjada, surgindo em todos os organismos fotossintéticos, com exceção das bactérias. As xantofilas, pigmentos de cor amarela, encontram-se nas algas castanhas e nas diatomáceas. As ficobilinas surgem nas algas vermelhas e nas cianobactérias, sendo a ficobilina um pigmento de cor avermelhada e a ficocianina azul.
Os diferentes tipos de pigmentos fotossintéticos apresentam estruturas diferentes, captando radiações de diferente comprimento de onda, o que justifica a coloração diferente. O padrão de absorção de cada tipo de pigmento é denominado espetro de absorção.
As radiações mais eficientes para o fenómeno fotossintético situam-se nas faixas do espetro luminoso vermelho-alaranjada e azul-violeta.
Os principais pigmentos fotossintéticos presentes nas plantas são a clorofila a e b, os carotenos e as xantófilas.
A clorofila a funciona como pigmento fotossintético primário ou fundamental, sendo essencial para o processo fotossintético nos organismos em que se encontra. As clorofilas b e c, os carotenoides e as ficobilinas são pigmentos fotossintéticos acessórios ou auxiliares, não substituem o papel da clorofila a. Estes pigmentos ampliam o espetro de absorção da planta, mas a energia luminosa que absorvem é transferida para a clorofila a.
Como referenciar: pigmentos fotossintéticos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-20 13:06:41]. Disponível na Internet: