pilha de Leclanché

A pilha de Leclanché, como o próprio nome indica, foi inventada pelo engenheiro francês Georges Leclanché (1839-1882). Esta consiste numa barra de grafite (ânodo, polo positivo) envolvida por zinco (cátodo, polo negativo). O elemento contém, como eletrólito, uma solução de cloreto de amónio a 10-30%. Como a tensão diminuiria rapidamente (polarização) devido ao hidrogénio que se forma no ânodo, envolve-se a barra de grafite com um invólucro cheio de dióxido de manganésio que atua como despolarizante, fixando o hidrogénio livre. Nas pilhas secas que se utilizam atualmente o eletrólito encontra-se embebido numa substância porosa. A tensão nos bornes ascende aproximadamente a 1,5 V. Estas pilhas são usadas em maçaricos, rádios e calculadoras.
Como referenciar: pilha de Leclanché in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-09 06:43:07]. Disponível na Internet: