Pio V

Papa italiano, filho dos agricultores Domenica Augeria e Paulo Ghisleri, Miguel Ghisleri nasceu em Boscomarengo, a 17 de janeiro de 1504.
Ingressou no convento dominicano de Vigevano em 1518, tendo mais tarde estudado Filosofia e Teologia em Bolonha. Aos vinte e quatro anos ordenou-se, em Génova, tendo lecionado em diversos conventos dominicanos, desempenhado o cargo de inquisidor geral em Roma, bispo de Sutri, cardeal de Santa Maria sopra Minerva (em 1557) e bispo de Mondovi. Foi eleito papa a 7 de janeiro de 1566, governando até 1 de maio de 1572.
Homem de extrema piedade e de costumes comedidos e modestos, empregou todas as suas energias em aplicar os decretos do Concílio de Trento e na luta contra a heresia, o avanço dos turcos e o protestantismo. Era este papa um participante ativo e metódico das sessões do Santo Ofício, e na sua luta para a imposição da Fé excomungou em 1570 (por meio da bula Regnans in excelsis) a rainha inglesa Isabel Tudor, por continuar arreigada ao anglicanismo. Declarou ainda a excomunhão a qualquer dos seus súbditos que lhe obedecesse, facto que teve como principal consequência o recrudescimento da perseguição aos católicos em Inglaterra.
A proteção e auxílio prestados à Companhia de Jesus e a influência dos seus membros em França, Alemanha e Países Baixos contribuiu grandemente para que o protestantismo não alastrasse demasiado.
As instâncias do papa, a tomada de Chipre e o incêndio do arsenal veneziano conseguiram que fosse criada a Liga Santa, entre a Espanha, Veneza e a Santa Sede para combater os turcos. Foi assim que se deu a batalha de Lepanto, a 7 de outubro de 1571, onde a frota cristã, chefiada por João de Áustria, venceu a turca.
Entre outras providências, este papa reconheceu as congregações de São João de Deus e dos barnabitas, penalizou os blasfemos, expulsou as meretrizes de Roma, baniu os hebreus dos Estados Pontifícios (excetuando Ancona e Roma), castigou a usura na bula In eam pro nostro, de 1571, determinou a medida dos câmbios e as normas dos censos e proibiu as corridas de touros nos territórios pertencentes à Igreja.
Sepultado em São Pedro, foi transferido em 1588 para a igreja romana de Santa Maria Maior, beatificado em 1672 e canonizado em 1712.
Como referenciar: Pio V in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-20 17:38:20]. Disponível na Internet: