poliestireno

O poliestireno é um plástico que se obtém por polimerização do estireno (um líquido oleoso, incolor e de cheiro penetrante).
O estireno é um derivado insaturado do benzeno.
O poliestireno foi fabricado pela primeira vez em 1929, tendo sido o primeiro plástico a ser produzido industrialmente. A sua unidade fundamental é formada por dois grupos -CH2 com um anel benzénico unido lateralmente.
O poliestireno é material transparente como o vidro, sólido, brilhante, inodoro, não prejudicial à saúde, resistente à humidade, mas muito frágil.
Para resolver o problema da fragilidade recorre-se frequentemente à copolimerização, colocando em cadeia o poliestireno com polibutadieno, obtendo-se um copolimero em bloco chamado "polibutadienoestireno", que apresenta uma elasticidade muito superior à do poliestireno, já que os blocos de polibutadieno se comportam praticamente como uma borracha.
Mediante um processo análogo ao da formação de uma espuma, obtém-se o poliestireno expandido, vulgarmente denominado de esferovite, que é um material leve e esponjoso, muito utilizado como isolante e em embalagens.
Além da sua principal aplicação como isolante, é ainda utilizado em eletrotecnia, objetos de consumo, vernizes de resina, bijuteria e no fabrico de plástico celular.
Por fusão, fiação e estiragem do poliestireno obtêm-se fibras e filamentos resistentes e estáveis frente a uma série de ambientes.
Como referenciar: poliestireno in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-16 13:46:52]. Disponível na Internet: