Política Agrícola Comum (PAC)

A Política Agrícola Comum (ou PAC) europeia foi criada em 1962, tendo como objetivos principais assegurar o abastecimento regular de géneros alimentícios, manter um equilíbrio entre a cidade e o campo, valorizar os recursos naturais e preservar o ambiente, e garantir aos agricultores um rendimento em conformidade com os seus desempenhos.
Os princípios básicos da PAC são: a criação de um único grande mercado, dentro do qual os produtos agrícolas possam circular livremente; a preferência pelos produtos agrícolas produzidos na União Europeia; e o financiamento comunitário da política agrícola comum.
Os objetivos da PAC foram concretizados mas geraram problemas: incentivaram a criação de excedentes (cereais, carne de bovino e leite, nomeadamente) e levaram a uma queda significativa dos rendimentos dos agricultores. A situação tornou-se de tal modo preocupante que em 1992 foi lançada uma revisão da PAC (assinada em Lisboa quando Portugal detinha a presidência do Conselho Europeu). Objetivos da Política Agrícola Comum são também agora a redução dos excedentes e a regulação dos preços junto dos consumidores.
Como referenciar: Política Agrícola Comum (PAC) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 15:03:40]. Disponível na Internet: