Póvoa de Lanhoso

Aspetos Geográficos
O concelho de Póvoa de Lanhoso, do distrito de Braga, localiza-se na Região Norte (NUT II) no Ave (NUT III) a este da capital de distrito, no coração do Minho. Encontra-se ladeado pela serra do Carvalho a oeste e pela serra de São Mamede a este, entre o rio Cávado e o rio Ave e é limitado pelos seguintes concelhos: Amares e Terras de Bouro a norte, Vieira do Minho a este, Fafe a sueste, Guimarães a sul, Braga a oeste.
Estende-se por uma área de cerca de 132,5 km2 onde se distribuem 29 freguesias: Águas Santas, Ajude, Brunhais, Calvos, Campos, Covelas, Esperança, Ferreiros, Fonte Arcada, Frades, Friande, Galegos, Garfe, Geraz do Minho, Lanhoso, Louredo, Monsul, Moure, Oliveira, Póvoa do Lanhoso (Nossa Senhora do Amparo), Rendufinho, S. João de Rei, Santo Emilião, Serzedelo, Sobradelo da Goma, Taíde, Travassos, Verim e Vilela. Em 2005, o concelho apresentava 23 425 habitantes.
O natural ou habitante de Póvoa de Lanhoso denomina-se lanhosense.

História e Monumentos
Do património arquitetónico, é de salientar um dos monumentos mais antigos: o Castelo de Lanhoso, anterior à nacionalidade, assente sobre um enorme maciço granítico, do qual restam apenas a torre de menagem e alguns panos de muralhas. Destacam-se também a Citânia de Lanhoso, o Santuário da Senhora do Pilar, o Santuário de Nossa Senhora de Porto d'Ave, a igreja românica de Fonte Arcada, do século XII, a ponte de Mem Gutierres, a portaria principal do Hospital da Misericórdia de Póvoa de Lanhoso e as casas da Pedreira, do Bárrio e de Agras.

Tradições, Lendas e Curiosidades
As principais festas do concelho são dedicadas ao Senhor do Socorro e a S. Tiago. Começam no feriado municipal a 19 de março e duram até ao fim de semana próximo. No primeiro domingo de fevereiro realiza-se a festa de S. Brás, a 29 de julho a festa de S. Pedro do Horto e a peregrinação ao Pilar no último domingo de maio.
O artesanato do concelho engloba a tecelagem, os trabalhos em linho, a ourivesaria, a cestaria, a carpintaria, as esculturas religiosas, a tanoaria, a ferraria e a pirotecnia.

Economia
As principais atividades económicas de Póvoa de Lanhoso são a agricultura, o comércio e a construção civil. O setor secundário engloba ainda a transformação de madeiras, de mármores e granitos, o fabrico de pré-esforçados em betão, a indúsria têxtil e de vestuário, as confeções, a serralharia e as moagens. Para além destas atividades deve referir-se também o contributo da pecuária, da avicultura e dos serviços.
Como referenciar: Póvoa de Lanhoso in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 08:15:06]. Disponível na Internet: