pozolana

O nome pozolana deriva de Pozzuoli, cidade portuária italiana, na região da Campânia.
A pozolana é um material inerte que reage com hidróxidos de cálcio na presença de água dando origem a um material aglomerante.
São materiais naturais ou artificiais que, apesar de não terem por si só propriedades aglomerantes hidráulicas, são capazes de se combinar, a temperatura ambiente e em presença da água, com o hidróxido de cálcio, para formar compostos semelhantes aos originados na hidratação do clínquer portland (tipo de cimento).
As pozolanas podem ser naturais ou artificiais: as naturais são constituídas por materiais naturais ricos em sílica e alumina; as artificiais são constituídas por argilas cozidas entre 600 ºC e 900 ºC.
A reatividade de uma pozolana pode ser medida recorrendo ao ensaio de pozolanicidade, processo químico onde se mede o grau de combinação da pozolana e hidróxido de cálcio ou de um cimento pozolânico.
Principais vantagens da adição de pozolanas ao cimento: como material natural são mais baratas; permitem um menor calor de hidratação e consequentemente uma diminuição de trações internas do betão; e oferecem uma maior durabilidade em ambientes agressivos.
Como referenciar: Porto Editora – pozolana na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-18 08:02:05]. Disponível em