Artigos de apoio

prata
A prata (Ag) é um elemento químico metálico pertencente à classe dos metais de transição, monovalente de cor branco-brilhante, dúctil e clara que se localiza no grupo 11 e período 5 da Tabela Periódica.
Possui número atómico 47 e massa atómica 107,8682. É o metal que possui melhor condutibilidade elétrica.
A prata foi descoberta na Pré-História, depois da descoberta do ouro e do cobre (cerca de 3000 a. C.).
A prata é a mais branca de todos os metais e apresenta um poder de reflexão da luz especialmente elevado. A esta capacidade se deve o seu nome latino argentum, que significa claro e brilhante. O seu símbolo químico (Ag) deriva do latim argentum e do anglo-saxão siolfur que significa prata.
Na Natureza, a prata encontra-se frequentemente no estado puro, juntamente, em geral, com ouro e cobre, assim como na forma de sulfuretos (argentite (Ag2S), estromeyerite (Cu2SAg2S), proustite (Ag3AsS3), pirargirite (Ag3SbS3), cloretos (cerargirite ou prata córnea (AgCl), brometos (bromargirite (AgBr) e iodetos (iodargirite (AgI).
As principais jazidas encontram-se nos EUA (Nevada), México, Peru, Federação Russa, Canadá, Austrália e Bolívia.
Para a obtenção da prata, as jazidas de prata nativa não são muito importantes, uma vez que esta se obtém como subproduto da obtenção e purificação do cobre, do níquel e do chumbo.
Esta pode então ser obtida como subproduto da purificação do chumbo, pelo Método de Parkes, que se fundamenta no facto de a prata ser solúvel em zinco fundido, enquanto acima dos 400 ºC o zinco e o chumbo não são miscíveis, pelo que o zinco flutua arrastando a prata. Pode também ser obtida pelo Método de Pattinson, que se baseia no facto de que ao arrefecer uma massa fundida de chumbo argentífero se separa chumbo puro até que a percentagem de prata na massa fundida chegue a 2,5%.
Entre todos os metais, a prata apresenta maiores condutibilidades térmica e elétrica. No entanto, devido ao seu preço elevado não se utiliza nem para caldeiras nem para condutores elétricos normais. Quando é necessário transmitir correntes de alta frequência, recobrem-se os fios de cobre com uma fina camada de prata. Pela sua resistência à corrosão, também se usa prata para contactos elétricos.
Uma das principais aplicações da prata é no fabrico de baixelas e de joias. Contudo, para estes fins mistura-se a prata com 5% a 20% de cobre, dado que a prata pura é demasiado macia.
A fim de proporcionar a outros metais o aspeto da prata, costuma-se recobri-los com uma camada deste metal, processo que se realiza por via eletroquímica (galvanoplastia).
Embora a prata não reaja com o oxigénio do ar, reage com compostos de enxofre, dos quais existem vestígios no ar. Forma-se sulfureto de prata (Ag2S) de cor negra, que pode ser eliminado submergindo o objeto enegrecido numa solução diluída de cloreto de estanho.
Outra das principais aplicações da prata é na indústria fotográfica para fabricar películas e papéis fotossensíveis. Além disso, também é utilizada no fabrico de moedas e espelhos e ainda para pratear objetos.
Como referenciar: prata in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-03-25 07:43:03]. Disponível na Internet: