precisão

Quando se efetuam várias medições com grandes desvios dos valores lidos em relação ao valor médio, em virtude de, por exemplo, uma deficiente aptidão ou formação técnica do operador ou quando o aparelho de medida possui perturbações de funcionamento, todas as medidas vêm afetadas de um determinado erro fortuito ou acidental, distanciando-se do valor convencionado como verdadeiro. Diz-se então que a medida possui pouca precisão.
A precisão está, portanto, relacionada com a repetibilidade das leituras do aparelho e traduz a aproximação entre os diversos resultados de medições sucessivas efetuadas nas mesmas condições de operação.
Sendo o valor exato da grandeza desconhecido, e, na medida do possível, podendo as causas que originam erros sistemáticos ser eliminadas, o grau de confiança que uma medida oferece é avaliado sobretudo pela sua precisão.
A maior ou menor precisão de uma medida em relação a outras é avaliada pelo desvio absoluto (valor absoluto da diferença entre o valor obtido para uma medida e o valor médio do conjunto de resultados obtidos) dessa medida. Quanto menor o desvio mais preciso é o resultado.
A maior ou menor precisão de um conjunto de medidas em relação a outros conjuntos é avaliada pelo menor ou maior desvio médio (média aritmética dos desvios absolutos das medidas obtidas como resultado das medições).
Como referenciar: Porto Editora – precisão na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-25 22:31:30]. Disponível em