Prémio Nobel

Os prémios Nobel foram fundados por Alfred Nobel, químico, engenheiro e industrial sueco (1833-1896). Em 1895, Nobel doou a sua fortuna à fundação que tem o seu nome, definindo o objetivo de distinguir personalidades importantes em diversas áreas, independentemente de critérios como a nacionalidade, a raça, a religião e a ideologia.

Os prémios Nobel são atribuídos àqueles que durante o ano anterior tenham prestado um valioso contributo à humanidade nos setores da Física, da Química, da Fisiologia e Medicina, da Literatura, da Paz e da Economia.

Os prémios começaram a ser distribuídos a 10 de dezembro de 1901, cinco anos após a morte do fundador. Até 1969, eram cinco os prémios instituídos, e eram atribuídos por quatro instituições (três suecas e uma norueguesa): a Real Academia das Ciências da Suécia (Física e Química), o Real Instituto Médico-Cirúrgico Carolina (Medicina), a Academia Sueca (Literatura), sediadas em Estocolmo, e o Comité Norueguês do Nobel (Paz), com sede em Oslo.

Em 1969 foi atribuído pela primeira vez o Prémio Nobel da Economia, que está a cargo da Academia das Ciências.

Todos os prémios consistem numa medalha de ouro, um diploma e uma quantia em dinheiro, e constituem a mais prestigiante distinção internacional nos domínios a que correspondem.

As cerimónias de entrega realizam-se em Estocolmo, à exceção da que diz respeito à entrega do Nobel da Paz, que tem lugar em Oslo, a 10 de dezembro, data do aniversário da morte de Alfred Nobel.

Na história dos Nobel, Portugal obteve duas atribuições. O mérito foi para Egas Moniz (1874-1955), que recebeu o Prémio Nobel da Medicina em 1949 e para José Saramago, que recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 1998.

Ao longo dos tempos, alguns prémios foram rejeitados, devido a proibições impostas por determinadas entidades governamentais aos cidadãos dos respetivos países. Em 1937, Hitler proibiu os alemães de receberem prémios Nobel, porque considerou uma afronta a atribuição do Nobel da Paz a Carl von Ossietzky, em 1935.

Os Nobel não são atribuídos quando não existem candidatos nomeados ou quando não existe informação suficiente, como aconteceu nas duas guerras mundiais.



Como referenciar: Prémio Nobel in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-26 01:08:32]. Disponível na Internet: