Artigos de apoio

princípio da realidade
Esta expressão, juntamente com a de "princípio do prazer", foi criada por Freud, em 1911, para designar os dois princípios do funcionamento mental, ou seja, as duas formas pelas quais o aparelho mental funciona. O primeiro é regido pelo princípio de prazer/desprazer; o outro pelo princípio da realidade.
O princípio da realidade surge subsequentemente ao princípio do prazer, isto é, em criança só existe princípio do prazer e, no caso de um adulto, existe um princípio secundário que modifica a ação do primeiro, ou seja, o princípio da realidade. Neste princípio existe a possibilidade de antecipar a ação através do pensamento.
No princípio da realidade, o prazer pode ser adiado ou uma dor tolerada em nome de um prazer maior ou para evitar-se uma dor maior, no futuro. O funcionamento do princípio da realidade depende da capacidade de antecipação de uma situação futura.
O princípio da realidade é uma espécie de mecanismo psíquico que direciona a adaptação do homem à realidade e à ordem moral. Este princípio contrasta e exige a renúncia àquela parte do prazer que supera os limites consentidos pela moral, criando assim graves conflitos interiores.

Como referenciar: princípio da realidade in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-07-27 07:42:17]. Disponível na Internet: