Pristídeos

Família de peixes, da ordem dos rajiformes e da classe dos osteíctes. É uma espécie desta família a Pristis pectinata, conhecida por espadarte e que não deve ser confundida com os peixes-serras pois estes são autênticos tubarões e pertencem à família dos Pristioforídeos.
Os espadartes morfologicamente são idênticos a um tubarão, embora mais achatados. O seu comprimento, no estado adulto, varia entre os seis e nove metros e podem pesar até 2000 quilogramas. A sua extremidade anterior prolonga-se por uma espécie de espada, provida de dentes fortes dos dois lados, o que lhe confere o aspeto de serra.
Esta espada de tamanho variável pode corresponder à terça ou quarta parte do comprimento total do espadarte. Vivem nos mares tropicais ou subtropicais, mas ocasionalmente nas embocaduras dos rios. Geralmente habitam fundos lodosos, onde encontram alimento removendo o lodo com a longa espada dentada. Podem, também, introduzir-se de surpresa nos bancos de peixes e movendo, rapidamente, a espada dentada, matam e ferem as suas presas.
Os espadartes são ovovivíparos. O recém-nascido possui uma espada bastante mole e ainda coberta por uma membrana que se desprende pouco depois do nascimento, pelo que a mãe não é molestada durante o parto.
Como referenciar: Pristídeos in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-03 23:10:09]. Disponível na Internet: