Probo

Natural de Sirmium, onde nasceu em 232, Marco Aurélio Probo, como tantos outros imperadores de finais do século III, ascendeu ao poder na sequência de uma brilhante carreira militar, ainda que da qual nada se saiba. Também a sua vida privada é desconhecida, apenas existindo uma tradição que refere que seu pai seria um rude camponês chamado Dalmácio. Na Historia Augusta alude-se ao facto de Probo ter servido como tribuno no reinado de Valeriano (253), tendo também estado no Egito, durante algum tempo, às ordens do imperador Aureliano (270-275). Estas duas notícias são plausíveis, mas a veracidade discutível da Historia Augusta faz com que a sua aceitação seja feita com as devidas reservas.
Probo foi proclamado Augusto em 276, na sequência da morte de Tácito, tornando-se um imperador incontestado apenas depois da traição das tropas a Floriano, três meses depois da morte do irmão deste (Tácito). Entretanto, como a situação militar no Oriente era então pacífica, Probo concentrou as suas forças no Ocidente, chegando mesmo a derrotar os Godos na Ilíria (região dos Balcãs). Depois transferiu as tropas para a Gália, onde conseguiu repelir para além da fronteira renana os Francos e os Alamanos, entre outros povos bárbaros. Pacificou de seguida a Récia e repeliu uma invasão dos Vândalos no Ilírico. O seu reinado, apesar destes êxitos militares, foi perturbado, todavia, por focos de desordem nas províncias. Probo não deixou de resolver militarmente essas situações, esmagando revoltas e eliminando usurpadores.
Durante muito tempo acreditou-se que Probo tinha entabulado uma aproximação, logo com melhoria nas relações entre ambos, ao Senado, mas estudos recentes lançam dúvidas quanto à autenticidade destes factos. Mesmo a ideia de que terá restituído aos Senadores as antigas prerrogativas de comando militar são dúbias. Concretamente, sabe-se que se empenhou na administração das províncias, para além de ter recuperado os canais de irrigação e incrementado a viticultura. Em 282 sabe-se que celebrou um triunfo em Roma, antes de se ter deslocado para o Danúbio. Nesta campanha militar, acabou por ser assassinado por militares descontentes.
Como referenciar: Probo in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-11 05:37:47]. Disponível na Internet: